Bem Público - Conteudo para uma vida melhor
Facebook

Notícias - Meio Ambiente

20/01/2015

Água, descasos políticos e soluções.

A água não está acabando, nós é que estamos acabando com ela! A natureza, sozinha, não tem culpa pela torneira seca, como querem fazer crer os políticos. Como São Paulo, com a maior economia do país e lar de mais de 20% da população brasileira, atingiu o fundo do poço? Pior: infelizmente não é só um problema da gestão dos recursos hídricos da capital, mas do Brasil todo. E outras questões alarmantes são levantadas pelos especialistas.

O livro A Última Gota, traz um profundo trabalho de pesquisas, entrevistas e dados recolhidos pela jornalista Vanessa Barbosa, que mostra o drama da falta d’água e os problemas que comprometem a sua oferta, em qualidade e quantidade, nas grandes cidades do Brasil. Essa publicação da Editora Planeta mostra que parte da explicação da crise é suja e mal cheirosa. “Por ano, cerca de mil novas substâncias químicas entram no mercado, incorporadas em novos produtos. Engana-se quem pensa que todas elas são testadas minuciosamente por um eventual potencial de perturbação endócrina no organismo dos seres vivos”, relata a autora.

Para a autora as conclusões são estarrecedoras e muito além do imediatismo da economia que devemos fazer para não faltar água: “É preciso agir rápido frente ao crescimento galopante dos desafios. Todos os anos, milhares de novos produtos químicos são produzidos e derramados em nossa água; muitos, com potencial de perturbar os hormônios dos seres vivos, passam incólumes pelos sistemas de tratamento”, explica Barbosa.

Em muitas regiões, cada gota a menos pode emergir como uma nova fonte de conflito. Estaremos preparados? A Última Gota é um livro atual e fundamental para nos alertar sobre o perigo da falta do líquido mais precioso para a vida. Vida? “Temos um coquetel tóxico que se espalha no meio ambiente usando a água como principal meio de transporte. Essas micropartículas sintéticas expelidas em doses cavalares na natureza passam praticamente incólumes pelos atuais sistemas de tratamento de esgoto e água. É aí que o botão de emergência deve disparar”, alerta Vanessa Barbosa.

Vanessa Barbosa é repórter especializada em Meio Ambiente e Energia. Formada em jornalismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com pós-graduação em Direito Ambiental e Gestão Estratégica da Sustentabilidade pela PUC-SP. Dedica-se em sua pesquisa de especialização ao estudo dos poluentes emergentes, substâncias químicas derivadas da moderna sociedade de consumo, com potencial de afetar a saúde de diversos seres vivos, incluindo os humanos, e deflagrar uma crise ambiental silenciosa. Como jornalista passou pela redação da Revista Veja Rio, onde deu seus primeiros passos na cobertura ambiental com matérias publicadas sob o selo Planeta Sustentável, movimento lançado pela Editora Abril.

Ver mais notícias