Bem Público - Conteudo para uma vida melhor
Facebook

Notícias - Tecnologia

28/07/2014

Copel implanta internet por fibra óptica em Foz

Copel implanta internet por fibra óptica em Foz

A Copel Telecom implantou esta semana, em Foz do Iguaçu, o serviço de internet ultrarrápida por meio de fibras ópticas para clientes residenciais e comerciais. Para disponibilizar o serviço foram construídos 90 quilômetros de rede de fibras na área urbana do município. Foz é a nona cidade paranaense a contar com internet óptica. O serviço já é oferecido em Curitiba, Pinhais, Ponta Grossa, Telêmaco Borba, Maringá, Irati, Castro e Tibagi. "Nossa meta é levar banda extralarga a 20 municípios até o final de 2014", afirma o diretor-presidente da Copel Telecomunicações, Adir Hannouche.

Depois de levar soluções de conectividade a grandes empresas do município, a Copel passou a oferecer internet em banda extralarga – com velocidades de transmissão de até 100 Mbps (megabits por segundo) – para clientes residenciais e pequenas e médias empresas.

"Estamos ampliando a oferta residencial para atender à demanda por internet de boa qualidade em todas as regiões do Estado, melhorando a competitividade em mercados que hoje contam com poucas alternativas de conexão", explica Hannouche.

As conexões do serviço oferecido pela Copel Telecom são feitas exclusivamente por meio de fibra óptica, do provedor até a casa do usuário. Pelo site copeltelecom.com, é possível saber se a rede de fibra atende a um determinado logradouro, bastando informar o CEP. Pelo site também é possível conhecer detalhes do produto e solicitar sua instalação.

CIDADES DIGITAIS - A Copel Telecom está presente em todos os 399 municípios do Paraná, atendidos a partir de uma rede de fibra óptica de mais de 25 mil km. Esta malha digital permite à empresa atuar em três frentes de comercialização de produtos: com soluções de conectividade para clientes corporativos em todo o Estado; com internet entre 20 e 100 Mbps para dez cidades, pelo programa BEL Fibra; e com internet de 1 Mbps para municípios de até 10 mil habitantes dentro do programa Paraná Conectado, que chegará a 45 cidades até o final de 2014.

"A infraestrutura de ponta para transmissão de dados contribui de modo inestimável para um salto no desenvolvimento econômico e social do Estado", afirma Adir. O dado confirma-se na projeção do Banco Mundial, que relaciona a expansão da conexão em alta velocidade ao incremento da economia regional: cada 10% de rede de banda larga construída equivale a 1,2% de evolução do PIB.

Ver mais notícias